Programação Carnaval SP 2017 – Blocos de Rua de São Paulo e mais

Bárbara Valdez - 23/02/2017 Atualizada - 25/02/2017 12h49

A programação oficial do Carnaval de São Paulo 2017 ocorre em fevereiro, mas os festejos de Momo tendem a ganhar as ruas da cidade a partir do mês de janeiro.

As Escolas de Samba da cidade já definiram que as apresentações acontecerão dos dias 24 a 26 de fevereiro, no Sambódromo do Anhembi.

Campeã de 2016, a escola Império de Casa Verde escolheu o dia e horário para entrar na avenida, optando por ser a terceira na ordem do sábado de Zé Pereira, dia 25.

Como manda o regulamento, a primeira (Tom Maior) e segunda (Mancha Verde) colocadas do Grupo de Acesso do Carnaval 2016 serão as primeiras a se apresentar nos dias 24 e 25 de fevereiro. A ordem das demais agremiações foi definida em sorteio realizado em junho de 2016 pela Liga Independente das Escolas de Samba de São Paulo.

Entre os enredos das escolas de samba em 2017, destaque para o tema da campeã Império de Casa Verde, cujo enredo este ano será a paz; a Vai-Vai presta homenagem à Mãe Menininha do Gantois, uma das maiores divulgadoras do Candomblé no Brasil; e a Mocidade Alegre volta os olhos ao passado de 50 anos da escola.

A Unidos de Vila Maria fala da padroeira do país, Nossa Senhora Aparecida, no seu enredo; a Gaviões da Fiel presta homenagem aos migrantes que vieram morar em São Paulo; a Nenê de Vila Matilde vem inspirada por Curitiba; a Rosas de Ouro fala sobre a convivência e a vida em harmonia; e a Mancha Verde traz as curiosidade sobre um dos mais populares nomes no Brasil, José!

A Acadêmicos do Tucuruvi homenageará os artistas de rua; a Águia de Ouro os animais de estimação; a Acadêmicos do Tatuapé promoverá uma viagem a Zimbábue; a Tom Maior lembrará o legado de Elba Ramalho; a Unidos do Peruche fala de Salvador; e a Dragões da Real recorda a música “Asa Branca”.

Críticos especializados informam que os sambas enredos de 2017 trazem a melhor safra dos últimos anos, segundo associações como a Sociedade dos Amantes do Samba Paulista e o Amantes de Carnaval de São Paulo.

Polo Cultural e Esportivo Grande Otelo, o Sambódromo do Anhembi fica na Zona Norte da capital paulista e, para chegar até lá, é preciso ir até o endereço na Avenida Olavo Fontoura, 1209, no distrito de Santana.

Quem pretende curtir o período de Carnaval sem acompanhar as tradicionais Escolas, pode apostar nas comemorações que acontecem em outras cidades próximas, como Osvaldo Cruz, Martinópolis, Parapuã, Presidente Bernardes, Presidente Prudente, Rinópolis, entre outras.

Programação das Escolas de Samba de São Paulo Carnaval 2017

Confira a programação completa do desfiles das Escolas de Samba de São Paulo no Carnaval de 2017.

Sexta-feira, 24 de fevereiro (Grupo Especial)

01) Tom Maior
02) Mocidade Alegre
03) Unidos de Vila Maria
04) Acadêmicos do Tatuapé
05) Gaviões da Fiel
06) Acadêmicos do Tucuruvi
07) Águia de Ouro

Sábado, 25 de fevereiro (Grupo Especial)

01) Mancha Verde
02) Unidos do Peruche
03) Império de Casa Verde
04) Dragões da Real
05) Vai-Vai
06) Nenê de Vila Matilde
07) Sociedade Rosas de Ouro

Domingo, 26 de fevereiro (Grupo Acesso)

01) Estrela do Terceiro Milênio
02) Leandro de Itaquera
03) Camisa Verde e Branco
04) Independente Tricolor
05) X9 Paulistana
06) Imperador do Ipiranga
07) Colorado do Brás
08) Pérola Negra

+ Confira informações e preços do Camarote Bar Brahma 2017 no Carnaval SP

Na última edição do Carnaval, em 2016, o Sambódromo do Anhembi foi palco dos desfiles de mais de 20 escolas de samba, as quais sempre encantam o público com seus carros alegóricos e enredos marcantes.

Os ingressos para as arquibancadas, cadeiras e mesas do sambódromo são vendidos no site da Liga SP (www.ingressosligasp.com.br).

Mapa dos setores do Sambódromo de SP. Imagem: Liga SP.

Mapa dos setores do Sambódromo de SP. Imagem: Liga SP.

Programação Blocos de Rua de São Paulo Carnaval

Em 2016, os blocos de rua tiveram início no dia 29 de janeiro e seguiram com a festa até 14 de fevereiro, depois do período oficial de Momo.

Algumas mudanças no percurso dos desfiles foram implantadas pela prefeitura, sob a alegação de oferecer mais mobilidade e segurança aos foliões, já que esse novo roteiro descentralizou a festa para evitar grandes aglomerações.

Confira as novidades da programação dos Blocos de Rua de São Paulo em 2017.

Carnaval 2017 nas cidades do Oeste Paulista

Anhumas

De 25 a 27 – Rua Vicente José, esquina com a Rua João Lucas Marioto.

A partir das 22h – Ellis e Érika, Grupo Caso a Parte e DJ Rhenan Oliveira | Ellis e Érika e DJ Rhenan Oliveira | Grupo Caso a Parte, Lorena Cristine e DJ Rhenan Oliveira | Grupo Sempre Tem e DJ Rhenan Oliveira.

Osvaldo Cruz

25 e 27 – Avenida Brasil.

A partir das 21h – Desfile da Escola de Samba Mulata Dengosa.

Martinópolis

25 a 28 – Represa Laranja Doce e Praça Getúlio Vargas

14h às 21h – trio elétrico com banda e DJ

Panorama

24 a 28 – Praça do Povo

22h30 – Soul Axé

17h – matinês em 26 e 28

Parapuã

25 e 27 – Avenida São Paulo

20h – Desfile do Grêmio Recreativo Escola de Samba de Parapuã

Paulicéia

25 a 28 – Balneário Municipal

Carnacross todos os dias

Presidente Bernardes

24 a 27 – Praça da Bandeira

22h – show com a Banda Pai Galo, a cantora Elly Guimarães, e a dupla Pedro Henrique & Eduardo todos os dias.

26, às 15h – Elly Guimarães, Ulisses e Pedro Henrique & Eduardo

Presidente Epitácio

24 a 28 – Orla Fluvial e Parque O Figueiral

Presidente Prudente

24 – Rua Júlio Tiezzi, 130, no Centro

20h – Rua ÊtaNóis passará pelas ruas e ao redor do Galpão da Lua, e a festa continua depois no Galpão da Lua.

24 a 27 – Balneário da Amizade

20h – Dia 24: ensaio técnico e apresentação das baterias | 25: carnaval popular com show do grupo Tudo Junto, Dance Axé e DJs | 26: desfile das escolas de samba | dia 27: show do Grupo Caso a Parte, Dance Axé e DJs.

26 a 28 – Sesc Thermas

Dia 27: 15h apresentação do espetáculo Folias Brasileiras | 16h: oficina de Cacuriá | Dias 27 e 28 show com o grupo Bloco, Banda ou Coisa Parecida, às 16.

Rinópolis

25 a 28 – Na praça da Rua São Luiz

23h – Banda Sem Limites todos os dias | 15h do dia 26: matinê para as crianças

 

História do Carnaval em São Paulo

O Carnaval surgiu no Brasil com o entrudo, festa popular que data do período colonial. Em São Paulo, sob forte influência das populações que migravam do campo para a cidade, em decorrência da crise do café, o carnaval começou a ganhar características tipicamente regionais.

O samba paulistano foi influenciado por outros ritmos fortemente percussivos e trazia na sua melodia a marca do momento histórico e da repressão policial sofrida pelos sambistas. A origem geográfica das manifestações de samba em São Paulo está intimamente ligada às zonas fabris.

A tradição carnavalesca paulistana era centralizada nos desfiles de cordões (atualmente chamados desfiles das escolas de samba) que ocorriam paralelamente e em harmonia com outras manifestações carnavalescas do quadro cultural paulistano.

Na década de 50, começaram a surgir as primeiras Escolas de Samba, inspiradas nas agremiações do Rio de Janeiro. O primeiro desfile não oficial aconteceu no Ibirapuera, em 1955. Treze anos depois, em 1968, ocorreu o primeiro desfile oficial, realizado na Avenida São João. A partir daí, e com o apoio da Prefeitura Municipal de São Paulo, o Carnaval paulista não parou de crescer.

Desde de 1991, os desfiles das Escolas de Samba passaram a ser realizados no Polo Cultural Grande Otelo, uma passarela de mais de quinhentos metros construída na Avenida Olavo Fontoura, popularmente conhecida por Sambódromo do Anhembi, e acontecem no local até os dias atuais.

*Colaborou Vinícius Brito

Salvar

Confira Mais

CarnavalCulturalDança

Informar erro ou desatualização

Não encontrou o que queria ou identificou erros?

Comentários

Eventos em Destaque

  • Nacional
  • São Paulo e Interior de SP
14 nov

Parceiros nacionais

Social Good Brasil
Seja um voluntário no Brasil
Saúde Criança - Parceiro Nacional.