“A Hora do Enem”chega para ajudar os estudantes

Bárbara Valdez - 07/04/2016 Atualizada - 07/04/2016 15h30

O Ministro da Educação, Aloizio Mercadante, anunciou na última terça-feira (05), uma novidade que vai ajudar muitos concluintes do ensino médio a estudarem para o Enem.

O sistema chama-se A Hora do Enem, espécie de multiplataforma na qual será possível ter acesso aos conteúdos abordados nas provas, fazer simulados, exercícios e ainda acompanhar aulas ao vivo, tudo de forma gratuita.

A Hora do Enem é resultado de uma parceria com o Sistema S, composto por nove instituições, incluindo o Senac, Sesc e Sebrae. Outras empresas parceiras também compõem o programa , como a Geekies Game – responsável pela plataforma online -, as escolas Descomplica, QG do Enem, FGV Ensino Médio e Pitágoras, e emissoras de televisão.

Esse lançamento do Ministério da Educação (MEC) visa “melhorar o desempenho das pessoas que não vão poder pagar um curso especifico”, como mesmo afirmou a presidente Dilma Rousseff, porém todo o programa poderá ser tanto por estudantes da rede pública como privada.

O acesso à plataforma online deve ser feita pela site horadoenem.mec.gov.br.

Como Funciona “A Hora do Enem”

Foto: A Hora do Enem / Reprodução.

Foto: A Hora do Enem / Reprodução.

O programa é dividido em dois eixos principais: aulas ao vivo transmitidas pela TV e uma plataforma online na qual é possível praticar o conteúdo das disciplinas.

Transmissão pela TV

A transmissão será feita por 40 emissoras diferentes. Os canais sintonizados são de TVs universitárias, comunitárias, legislativas e estaduais. As aulas serão transmitidas ao vivo, de segunda à sexta-feira, a partir das 18h. Haverá reprise nos fins de semana e também nos dias úteis.

As aulas serão ministradas por professores das empresas parceiras do sistema e cada dia o foco será numa matéria específica, indo desde matemática até redação. O mais interessante é que as transmissões vão estar disponíveis posteriormente para que os estudantes possam baixar os arquivos e revê-los quantas vezes quiserem.

A transmissões só vão ter início no próximo mês de maio.

Plataforma Online 

Foto: A Hora do Enem / Reprodução.

Foto: A Hora do Enem / Reprodução.

Na plataforma virtual o estudante poderá assistir videoaulas, fazer exercícios e participar de simulados. O diferencial é que nela cada estudante terá um diagnóstico individualizado das suas necessidades, o que vai resultar num plano personalizado. Assim, o estudante não vai precisar absorver tudo que estiver disponível, mas será direcionado para aquilo de que efetivamente precisa, como explicou Mercadante.

O ministro ainda explicou que haverá uma avaliação de desempenho baseada nos exercícios e também nos simulados. Assim, o estudante terá um retorno de como está seu entendimento dos assuntos.

Quanto aos simulados, ao longo do ano serão realizadas quatro provas. Elas seguem o modelo do Enem – mas as questões abordadas não fazem parte do banco de dados oficial – e a forma de avaliação também é similar à Teoria de Resposta ao Item (TRI), metodologia usada no Enem.

Datas dos simulados 

– 30 de abril

– 25 de junho

– 13 de agosto

– 8 e 9 de outubro

O acesso à plataforma já pode ser feito. O site horadoenem.mec.gov.br foi liberado último dia 05 de abril e tem explicações detalhadas sobre todo o sistema.

As Videoaulas 

Foto: A Hora do Enem / Reprodução.

Foto: A Hora do Enem / Reprodução.

Mesmo fazendo parte da plataforma online, as videoaulas terão um espaço só delas, o chamado MECFlix, alusão à rede de filmes Netflix. Nela, os estudantes farão um cadastro específico e vão poder salvar conteúdo, personalizar as exibições e avaliar o que está sendo passado.

O Mecflix vai estar no ar a partir do dia 30 de abril.

O Acesso dos Estudantes 

Para começar a aproveitar o conteúdo online, o estudante precisa fazer um cadastro no site informando nome, email, senha e telefone de contato, porém o cadastro só será validado para alunos regularmente matriculados no 3º ano do Ensino Médio de qualquer escola, pública ou privada, nacional.

Isso é uma forma delimitar o acesso, mantendo a qualidade da plataforma. Já as aulas na TV poderão ser vistas por qualquer pessoa.

Quem já está cadastrado no site, basta ter uma conexão de internet para poder acessar os conteúdos. Pensando nos estudantes que não têm acesso, Mercadante afirmou que eles poderão pelo menos participar dos simulados online.

Imagens do aplicativo Geekie Games Enem. Foto: Montagem.

Imagens do aplicativo Geekie Games Enem. Foto: Montagem.

Será feito um cadastro no próprio site da Hora do Enem e os alunos farão as provas em universidades e institutos federais, instituições privadas e escolas estaduais de Ensino Médio.

O acesso à plataforma, aos conteúdos e simulados pode ser feito por meio do computador, tablet ou smartphone. Também existe um aplicativo que os estudante podem usar. O nome é Geekie Games Enem, ele é gratuito e pode ser instalado em qualquer telefone e tablet com Android.

Sobre o ENEM

O Exame Nacional do Ensino Médio – Enem – foi criado em 1998 com o objetivo de avaliar o desempenho dos estudante que terminavam a educação básica. Desde 2009, o exame passou a ser um processo importante para ingressar em universidades de todo o país e até estrangeiras.

Atualmente, o Enem é a principal porta de entrada em universidades públicas do Brasil e em universidades portuguesas. Ele também é essencial para os estudantes participarem de programas de financiamento em universidade e faculdades da rede privada. O acesso ao Prouni e ao Fies é feito com base nas notas obtidas nas provas.

Quem deseja participar de programas de intercâmbio, como o Ciência sem Fronteiras, também precisa fazer uso do Enem.

Confira Mais

Informar erro ou desatualização

Não encontrou o que queria ou identificou erros?

Comentários

Eventos em Destaque

  • Nacional
  • “A Hora do Enem”chega para ajudar os estudantes
Esta Agenda de Shows ainda não foi atualizada por nossa equipe.

Parceiros nacionais