Como cuidar do esmalte dos dentes desgastados?

Vinícius Brito - 12/08/2016 Atualizada - 19/09/2016 3h29

“Meu problema é que eu sou viciada em bebida a base de cola”, diz a jornalista Katarina Vieira (22), que se submeteu a um clareamento dental e relaciona o consumo de refrigerante ao escurecimento do sorriso dela. “Como eu tomo muito refrigerante, noto que isso aumenta também a sensibilidade dos dentes”.

O caso de Katarina coincide com o estudo brasileiro que concluiu que bebidas ácidas (como refrescos artificiais, vinhos e até o medicamento de vitamina C) podem causar erosão dental, um processo de desgaste no esmalte da dentição. Para saber mais sobre o assunto, o Confira Mais conversou com a doutora em Odontologia Tatiana Fidalgo, que integrou a equipe da pesquisa.

À redação, a especialista falou que a erosão é um problema irreversível. “Ou seja, uma vez que aconteça, não há como devolver o esmalte perdido. No entanto, algumas medidas preventivas devem ser adotadas para minimizar o risco à erosão”. Mas, para Fidalgo, a realidade é que os brasileiros não têm consciência desse problema.

De acordo com Tatiana, que também é professora da Universidade Salgado de Oliveira, após o controle da doença, o tratamento odontológico pode restaurar a estrutura dentária perdida. “A procura pelo profissional para esclarecimentos e orientações é fundamental para a prevenção e o controle da erosão”, afirma.

Crianças estão mais suscetíveis à complicação? Que bebidas podem danificar o esmalte do dente? Como prevenir ou barrar a erosão dental? Confira a entrevista e tire suas dúvidas sobre o assunto.

Doutora em Odontologia, Tatiana Fidalgo é pesquisadora do tema. Foto: Arquivo Pessoal/Reprodução

Doutora em Odontologia, Tatiana Fidalgo é pesquisadora do tema. Foto: Arquivo Pessoal/Reprodução

O que significa erosão dental? 

A erosão dental é uma desmineralização das camadas superficiais de esmalte dos dentes causada por ácidos que o indivíduo produz e que retornam à boca por problemas gastro-esofágicos, pela dieta, como o caso de refrigerantes, ou por medicamentos. Se os processos erosivos forem contínuos, podem levar a um desgaste patológico dos dentes que se torna visível clinicamente.

A erosão dental é mais comum em que faixa etária do paciente?

A erosão é considerada uma das formas mais comuns de desgastes dentários na infância e pode se tornar um grande problema de saúde pública entre os adultos jovens, especialmente com o aumento do apelo estético imposto pela sociedade que leva a desordens como a bulimia e o aumento do consumo de bebidas ácidas, como refrigerantes.

Como e quando o processo de erosão dental começa após a ingestão de bebida ácida?

O tempo para começar a erosão depende de uma série de variáveis, tais como o pH da bebida ingerida, a frequência da ingestão e o tempo que a bebida permanece na boca. Por exemplo, é comum entre as crianças bochechar com refrigerantes e medicamentos antes de ingeri-los, esse tempo prolongado com a bebida na boca aumenta o risco à erosão. Cabe ressaltar que em crianças esse risco é ainda maior devido à menor resistência do esmalte dental.

Adultos podem desenvolver erosão dental, diz especialista. Foto: Rupert Taylor-Price/Flickr

Adultos podem desenvolver erosão dental, diz especialista. Foto: Rupert Taylor-Price/Flickr

Mas a própria saliva não ativa esse desgaste do dente?

Na verdade, a saliva apresenta um efeito protetor devido a proteínas existentes e a capacidade de neutralização desses ácidos, no entanto essa capacidade de proteção é limitada e, dependendo do pH, da frequência de ingestão e do tempo de contato com os dentes, essa proteção pode não ser suficiente para evitar a erosão dentária.

E nos casos em que a erosão está ligada ao consumo de alimentos e bebidas ácidas?

Uma solução seria reduzir e controlar a frequência de sua ingestão. Os pacientes devem ser orientados a consumir esses alimentos apenas durante as principais refeições, a fazer uso da bebida ácida sem realizar bochechos, a tomar esses líquidos de maneira que eles permaneçam o menor tempo possível na boca, utilizando canudos sempre que possível, reduzindo, deste modo, o contato com os elementos dentais.

Nesse caso, escovar os dentes logo após a ingestão do ácido é correto?

A escovação imediata após o consumo de bebidas ácidas ou após episódios de vômito deve ser evitada, visto que o esmalte do dente se encontra mais frágil e facilmente será desgastado pela abrasão durante a higiene bucal. Para evitar que isso ocorra, é recomendado um enxágue prévio da boca, com água, e a escovação após uma hora, com escova de cerdas macias ou médias, e pasta de baixa abrasividade e alta concentração de flúor.

Qual a função do flúor para conter a erosão dental?

O flúor é o principal agente químico capaz de prevenir e controlar a erosão dental, tendo ação na redução da solubilidade do esmalte, tornando essa superfície mais resistente. As pastas de dente (especialmente as que contem flúor em alta concentração) e as soluções para bochecho de uso caseiro representam fonte de exposição frequente a fluoretos e que se apresentam como medidas preventivas e de controle para o paciente.

A erosão dental é irreversível. Mas o que fazer para combatê-la?

Para os casos em que a lesão de erosão é desencadeada por agentes inerentes ao próprio paciente, seja ele um refluxo gastroesofágico ou mesmo um distúrbio alimentar, o paciente deve ser assistido por uma equipe multidisciplinar para o tratamento das desordens somáticas e psicossomáticas.

*Esta entrevista foi realizada pela redação a pedido da Nacional Odontomed

Confira Mais

Saúde

Informar erro ou desatualização

Não encontrou o que queria ou identificou erros?

Comentários

Eventos em Destaque

  • Nacional
  • Brasília e Distrito Federal

Parceiros nacionais